A participação da juventude tem sido apontada pela ONU como um canal indispensável para o sucesso da Agenda 2030, instrumento que inclui os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Neste intuito, aconteceu no mês de janeiro do corrente ano o 7º Fórum de Juventude ECOSOC, um espaço de discussão dos desafios a serem atingidos com os ODS e que deu voz à juventude para que se envolva nas temáticas da Agenda 2030.

Inaugurando a “Seção ODS”, este texto traz a experiência vivenciada no 7º Fórum de Juventude ECOSOC, demonstrando a importância dessa iniciativa e servindo como inspiração para que cada vez haja maior participação nesse projeto.

Confira o texto abaixo ou faça o download aqui

A INCLUSÃO DA JUVENTUDE NO CUMPRIMENTO DOS ODS: O 7⁰ FÓRUM DE JUVENTUDE DO CONSELHO ECONÔMICO E SOCIAL DA ONU[1]

João Luiz Vannuzini Ferrer[2]

Kaime Silvestre Silva Oliveira[3]

Aprendizado, engajamento, cooperação e diretrizes, essas são as palavras que resumem o 7º Fórum de Juventude ECOSOC (Conselho Econômico e Social das Nações Unidas), evento que aconteceu nos dias 30 e 31 de janeiro na sede da ONU em Nova Iorque.

O Fórum de Juventude ECOSOC, que acontece anualmente desde 2012, contou com sessões plenárias, discussões temáticas interativas e perspectivas regionais (África; Europa, América do Norte e outros Estados; América Latina e Caribe; Ásia e Pacífico; Região dos Estados árabes), estimulando a troca de pontos de vista sobre soluções inovadoras para questões relevantes aos jovens e para a implementação da Agenda de Desenvolvimento 2030. O tema que mobilizou as discussões no ano de 2018 foi “O papel da juventude na construção sustentável e resiliente de comunidades urbanas e rurais”. Além dos dois dias de Fórum, aconteceram uma série de eventos relacionados durante a semana, como a Consulta sobre o Futuro do Trabalho com a Enviada especial da ONU para a Juventude, Jayathama Wickramanayake.

O Fórum possibilitou o debate acerca das políticas de implementação da Agenda 2030 nas plenárias e rodadas de discussão e em cada um desses momentos foi redigido relatório com as conclusões do grupo de discussão. Os relatórios do 7º Fórum de Juventude ECOSOC serão ainda divulgados para o público e utilizados no Fórum Político de Alto Nível 2018 (HLPF 2018) sobre o desenvolvimento sustentável, que acontecerá no mês de julho, onde será discutida a revisão e implementação dos ODS (Objetivo de Desenvolvimento Sustentável) na escala global.

O primeiro dia de plenárias e sessões paralelas do 7º Fórum de Juventude ECOSOC foi direcionado à discussão das dimensões econômicas, sociais e ambientais do desenvolvimento sustentável, levando em consideração os temas relacionados ao HLPF 2018. As sessões de discussão dividiram os participantes entre painéis dos ODS 6 (Água potável e Saneamento – garantir o acesso a água e saneamento para todos), 7 (Energia limpa e acessível – garantir o acesso à energia acessível, confiável, sustentável e moderna para todos), 11 (Cidades e comunidades sustentáveis – cidades inclusivas, seguras, resilientes e sustentáveis), 12 (consumo e produção responsável – garantir padrões de consumo e produção sustentáveis), 15 (vida terrestre – manejar de forma sustentável florestas, combater a desertificação, interromper e reverter a degradação da terra, interromper a perda de biodiversidade e os processos relacionados) e 17 (parcerias e meios de implementação – O uso da ciência, tecnologia e inovações na facilitação do engajamento, desenvolvimento e resiliência dos jovens) e contaram com a participação de diversos especialistas em cada um desses temas. Os ODS citados foram posteriormente abordados na sessão plenária através da participação de mais estudiosos dos temas e a rediscussão dos temas que haviam sido levantados nas sessões paralelas ocorridas anteriormente.

O segundo dia do Fórum contou com uma mesa redonda interativa sobre os meios de implementação dos ODS (finanças, tecnologia, capacitação, comércio e questões sistêmicas), tendo a participação de ministros e outros oradores de alto nível e organizações juvenis. Os temas discutidos nessa mesa tinham o objetivo de permitir que os jovens alcancem todo seu potencial e contribuam para o desenvolvimento sustentável através dos propósitos estabelecidos na Agenda 2030.

A mesa de encerramento do Fórum teve a presença de Liu Zhenmin, Secretário-Geral Adjunto dos Assuntos Econômicos e Sociais, Jayathma Wickramanayake, Enviado da Secretária-Geral das Nações Unidas para a Juventude, e Marie Chatardová, Presidente do ECOSOC. Nesse momento, convocou-se todos os países que participarão no HLPF 2018 para que usem as mensagens que saíram do Fórum de Juventude em suas apresentações nacionais e considerem seriamente a inclusão de representantes da juventude em suas delegações, destacando assim o papel da população jovem no cumprimento da Agenda 2030. A fala foi marcada pelo conhecimento de que se os ministros trabalharem em conjunto em todos os níveis, dentro de seus próprios governos e países, haverá a facilitação do alcance do objetivo de um futuro sustentável.

Após o Fórum de Juventude ECOSOC, aconteceu ainda a reunião de Estratégia e Planejamento juntamente com os representantes da Diretoria do MGCY (Grupo Principal das Nações Unidas para Crianças e Jovens) para um momento de revisão das ações e estrutura traçadas ao longo do Fórum de Juventude com os Pontos Focais Globais e Regionais do ODS e Diretoria do MGCY. A reunião teve também a participação do Paul Simon, responsável pelo Escritório de Apoio e Coordenação do ECOSOC, através do Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais das Nações Unidas. Esse momento final possibilitou a reprodução da transparência que esse Fórum busca ter para a sociedade e maior representatividade da Juventude Global na implementação dos ODS.

O que se nota com muita frequência nas conferências, e que aqui não foi diferente, é que nosso sistema internacional simplesmente não foi criado para jovens. Se olharmos imagens da assinatura da Carta das Nações Unidas, não veremos jovens ou mulheres jovens. É por esse motivo que, durante anos, os jovens não foram vistos e ouvidos nas salas de conferência.

A verdade é que sem jovens os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável não serão totalmente alcançados. A juventude do mundo é a nova geração, são inovadores, propositores de soluções, empreendedores sociais e ambientais. Jovens de todo o planeta fizeram parte do 7⁰ Fórum de Juventude do Conselho Econômico e Social da ONU, somando esforços para construir um futuro melhor para todos. O desenvolvimento sustentável é ter segurança, acessibilidade, recursos e ferramentas para criar novas oportunidades. A juventude tem um papel essencial na participação da Agenda 2030 em prol de reverter as tendências que estão prejudicando o planeta, bem como prevenir conflitos e construir a paz.

 

Conheça mais sobre o Fórum de Juventude ECOSOC:

ECOSOC Youth Forum https://www.un.org/ecosoc/en/ecosoc-youth-forum

MGCY https://www.unmgcy.org/

HLPF 2018 https://sustainabledevelopment.un.org/hlpf/2018

 

[1] O presente texto faz parte do Projeto Seção ODS realizado em conjunto pela ANET e Engajamundo e coordenado pelo Diretor Acadêmico da ANET, Guilherme Vitor de Gonzaga Camilo.

[2] https://www.linkedin.com/in/joaoluizvannuziniferrer/

[3] https://www.linkedin.com/in/kaime-silvestre-64623a8a/